Mandalas

A Mandala Lunar é uma ferramenta utilizada para aprofundar nossa conexão com nossa natureza interna e externa, ela nos guia em um espaço de auto-observação e autoconsciência sobre nós mesmas, nos possibilita percebermos como atua nossa energia feminina no dia a dia, na vida prática e, assim, podemos fazer escolhas mais conscientes, que respeitem nossas necessidades, trazendo mais qualidade de vida e harmonia aos nossos dias e nossas relações.

É uma forma de identificarmos nossas distintas potencialidades a cada fase do ciclo e usufruirmos delas com mais leveza e inteireza, e compreender a natureza cíclica gera uma grande transformação na vida de uma mulher, pois ela passa a fluir com a sabedoria daquilo que necessita em cada momento, além de acordar dentro de si sabedorias adormecidas em relação a sua ligação com a natureza e seus ciclos, passando a utilizar recursos até então esquecidos em meio a sociedade contemporânea.

Ao preencher sua mandala por alguns meses, você começará a perceber seus padrões em cada fase de seu ciclo e isso dará uma visão ampla sobre você: ficará mais claro compreender, por exemplo, porque surge aquela irritabilidade todos os meses, normalmente, no mesmo período do ciclo. Muitas vezes, ela só está sinalizando que suas escolhas para este período precisam de algumas modificações que respeitem mais seu corpo e sua energia.

Em cada fase você terá informações com o que acontece no corpo, na mente, nas emoções, com a criatividade, a fertilidade, a atenção: você terá um olhar integral sobre sua saúde.

O Ciclo Feminino

O ciclo feminino compreende quatro fases que estão relacionadas com as 4 fases da lua: um ciclo lunar tem cerca de 29 dias e meio e o nosso ciclo feminino pode variar entre 24 e 35 dias.

Para mulheres que vivem seu ciclo menstrual, o primeiro dia do ciclo corresponde ao primeiro dia de sangramento e o último dia do ciclo será o anterior ao primeiro dia de sangramento da próxima menstruação. O intervalo entre um sangramento e outro demonstra quantos dias tem seu ciclo.

Para mulheres que não menstruam, independentemente de ser por escolha, por não ter útero ou por já estar vivendo a menopausa, a observação do ciclo será feita com base no ciclo lunar. Assim sendo, o primeiro dia de seu ciclo, corresponde ao primeiro dia da lua Nova, sendo que, o último dia do ciclo, corresponderá ao último dia da lua minguante.

Relação da Lua com a Energia Feminina

Assim como a lua afeta o fluxo das águas e das marés, também afeta o corpo e a psique das mulheres, que é fluxo contínuo de fluídos e hormônios. A grande maioria das mulheres, em meio a sociedade atual, perdeu completamente sua conexão com a lua, contribuindo para o estado de inconsciência sobre si mesmas. Ao estabelecer novamente essa conexão, pelo simples fato de observar as fases da lua com o preenchimento da mandala, toda energia da mulher sofre alterações, podendo, inclusive, aquelas que menstruam, alinhar seu ciclo menstrual com o ciclo lunar.

Fases do Ciclo Feminino

Conforme tradições ancestrais, a mulher passa por quatro fases distintas durante o ciclo menstrual, que podem ser metaforicamente relacionadas com as fases da lua, assim como com as estações do ano. Isso não significa que você tenha que menstruar na lua nova, por exemplo, nem apenas no inverno: essas são somente referências da qualidade da energia de cada um desses momentos dos ciclos.

FASE 1 – MENSTRUAÇÃO

Energia da lua nova, do inverno. Corresponde ao período de sangramento.

FASE 2 – FOLICULAR

Depois da menstruação, antes da ovulação. Energia da lua crescente, da primavera.

FASE 3 – OVULAÇÃO

Corresponde ao período de ovulação. Energia da lua cheia, do verão.

FASE 4 – FASE LÚTEA

Período pré-menstrual. Depois da ovulação, até o início da menstruação. Energia da lua minguante, do outono.

Abaixo você encontrará o arquivo da mandala lunar disponível para download, juntamente com o arquivo de sugestão de legenda e instruções de preenchimento, bem como um arquivo contendo o calendário lunar para te auxiliar ao longo desta jornada.

Temos duas versões de mandala lunar disponíveis: uma delas é para mulheres que vivem seu ciclo menstrual e outra para mulheres na menopausa, a Mandala de Abuelas, que também pode ser utilizada por mulheres que não menstruam e ainda não estejam na menopausa. A diferença entre elas é o número de dias do ciclo, disponível em cada mandala, e as instruções de preenchimento também mudam conforme a mandala. Faça o download daquela que se adequar a você e comece seu mergulho em si mesma.

Sugerimos a impressão em tamanho A3 para que você tenha um espaço mais amplo para suas anotações, bem como para interagir com cores e símbolos, tornando sua mandala um espaço de arteterapia.

Ciclo Lunar

Mandala Lunar

Mandala Lunar de Abuelas

Faça download do pdf clicando nos símbolos.

Como Interpretar sua Mandala Lunar

Ao final de 3 a 4 meses de preenchimento de suas mandalas, você poderá observar as características que seguem um padrão em cada fase ou dia de seu ciclo. Com base delas, crie um gráfico ou uma tabela sobre você mesma, descrevendo o que mais aparece em cada dia ou fase. Isto lhe trará clareza sobre você.

~

Exemplo: Lua Nova ou fase menstrual geralmente remete a baixa energia, dias mais introspectivos, com presença de dores no corpo, sonolenta, pouca libido, raciocínio lento, atração por doce, talvez alguns insights e momentos mais reflexivos.

Com base nessas informações, você poderá definir, por exemplo, que nesse período irá possibilitar a si mesma mais tempo de descanso ou atividades que relaxem e renovem sua energia, como uma massagem ou um escalda pés. Poderá dedicar um tempo para meditar e conectar com os insights que surgem, já que eles podem te trazer clareza sobre questões importantes da sua vida, e poderá constatar que este pode não ser o melhor período para tomar decisões que exijam qualidade de raciocínio.

~

Através de pequenas atitudes você estabelecerá hábitos que respeitem e colaborem com sua natureza e, consequentemente, gerem uma vida de maior harmonia em todas as esferas. 

Faça esta avaliação para cada dia de seu ciclo se desejar uma autoanálise bem detalhada, ou para cada fase dele se desejar uma autoanálise mais sintetizada.

~

As versões da Mandala Lunar da Ciranda da Vida foram criação de nossa irmã querida, Susana Cavalcanti Juchem. Ela viveu nossa jornada de imersão, ressignificou muitos passos de sua história, indo ao encontro da alquimia de si mesma. Deste encontro, os dons, talentos e potenciais ganharam espaço de manifestação, através do desejo sincero, e se transformaram nesta linda arte, que é um presente de nosso coração a todas vocês. Nossa gratidão a esta irmã amada por nos presentear com sua arte sanadora.

~

Apenas olhar e interagir com as artes criadas nestas mandalas já nos leva a espaços preciosos de nós mesmas, nos convidando a olhar para nossas estações interiores e o movimento de nossas águas internas, percebendo o que elas nos revelam. Além das formas, nossa mandala dispõe de cores que interagem com nosso inconsciente. Cores são fótons, e um fóton é um quantum de energia. Quando entramos em contato com as cores dispostas na mandala, criamos a possibilidade de restabelecer nosso fluxo energético, através da interação com as cores.

Acompanhe em nosso perfil do Instagram os conteúdos sobre a natureza cíclica da mulher. Eles lhe trarão mais clareza e aprofundamento sobre os aspectos de sua energia feminina.

A você que deseja um mergulho profundo em si mesma, aprofundando a arte do encontro da Sagrada Alquimia de Ser, te convidamos a viver conosco a Imersão Ciranda da Vida – Sacred Alchemy.